6 erros que você não pode cometer ao escolher móveis planejados

DICAS ESSENCIAIS PARA NÃO ERRAR NA ESCOLHA DOS MÓVEIS E ACERTAR NO CONFORTO

Os móveis planejados oferecem muitas vantagens para quem opta por sua instalação. Além de elegantes, contribuem na melhora da aparência dos mais diversos espaços, e ainda podem até valorizar o imóvel. Porém, é importante prestar muita atenção na escolha do material. Veja 6 erros que você não pode cometer ao escolher móveis planejados.

6 erros que você não pode cometer ao escolher móveis planejados

Projeto dos arquitetos Alexandre Lobo e Fábio Cardoso. Fonte: Roma Mobili.

6 erros que você não pode cometer ao escolher móveis planejados:

1. Levar em conta apenas os preços: cada marca trabalha com um tipo de material, o que faz com que cada projeto seja orçado de uma forma. Porém, é importante lembrar que quando estamos falando de móveis planejados, todos os detalhes contam ao se realizar um pedido de orçamento, desde a qualidade do material até as condições de pagamento e prazos de entrega e instalação.

Não há como comparar um móvel planejado feito com os melhores materiais e acabamentos com outro que será produzido com materiais de qualidade inferior. Certamente, o primeiro será mais caro, mas também irá oferecer uma durabilidade muito maior. Por isso, ao escolher seus móveis planejados, preste atenção em todos os detalhes.

2. Não conferir as medidas: móveis planejados são produzidos de forma precisa para caber num espaço específico. É por isso que eles necessitam que a medição dos espaços seja feita da forma mais precisa possível, pois até milímetros podem fazer uma enorme diferença e interferir em sua instalação.

Dicas para móveis planejados

Projeto da designer de interiores Andressa Fonseca. Fonte: Roma Mobili.

Se você não tem certeza se realizou a medição do local da forma certa, confira com a loja se eles podem enviar um profissional para fazer este trabalho. Outra opção é você mesmo refazer a medição e ver se os números estão batendo com o que você tinha anteriormente. E não se esqueça de verificar se está tudo certo no contrato.

3. Não formalizar o negócio: muitos vendedores se empolgam quando estão oferecendo um produto e acabam oferecendo vantagens e condições especiais que logo nos levam a fechar negócio. Mas não se contente apenas com promessas verbais, exija que tudo esteja especificado no contrato para formalizar tudo o que foi combinado verbalmente.

Não só preços e condições de pagamento, mas também prazos, descontos e todos os detalhes combinados devem constar no contrato. Se algo ocorrer fora do planejado, você pode acionar o fabricante para realizar uma reclamação com embasamento ou mesmo os órgãos de proteção ao consumidor para ser ressarcido de suas perdas.

Projeto de decoração

Projeto da arquiteta Leila Dionizios. Fonte: Roma Mobili.

4. Não ler o contrato: não adianta nada pedir um contrato meticuloso e específico se você não pretende ler tudo o que está escrito no papel. E também vale lembrar que assinar documentos sem ler tudo com muita atenção é algo extremamente perigoso e pode fazer com que você concorde com termos prejudiciais.

Pegue o contrato e leia-o com calma, prestando atenção em detalhes como a quantidade total de peças adquiridas, suas cores, tamanhos e acabamentos, prazos de entrega e montagem, condições de pagamento e garantias. Tudo isso ajudará a fechar um negócio muito mais vantajoso e seguro.

5. Esquecer das instalações elétricas e hidráulicas: quando estiver fazendo o projeto dos móveis planejados, é importante prestar atenção se eles vão precisar de saídas para instalações elétricas e hidráulicas. É comum, por exemplo, que um móvel acabe tapando uma tomada. Porém, no caso de móveis planejados, você não conseguirá movê-los.

Dica de decoração

Projeto do escritório MC8 Projetos. Fonte: Roma Mobili.

Por isso, não se esqueça de anotar não só os tamanhos dos móveis, como também os locais em que há tomadas, fiação e canos passando. Isso certamente ajudará a projetar um móvel muito mais eficiente e que será instalado com muito mais segurança.

6. Não acompanhar a instalação dos móveis: é importante acompanhar a instalação dos móveis planejados para ver se eles estão de acordo com o projeto e o contrato. Muita gente acha que, devido ao móvel ser planejado, não irão ocorrer erros, mas isso não é verdade. É claro que a probabilidade de ocorrer algum problema é menor, mas não impossível.

Quando um móvel planejado for instalado na sua casa, reserve um tempo para acompanhar a instalação e verificar se está tudo conforme o contratado. Não assine recibos ou notas sem antes conferir tudo com atenção e, caso ocorra algum problema, entre em contato com o fabricante imediatamente.

Comentários

Leave a Reply